Da Previdência Social dos Policiais Militares

19 de fevereiro de 2019
As notícias a respeito da Previdência dos Policiais Militares e Bombeiros Militares são por demais preocupantes para quem já vive, viveu e viverá sempre o estresse de exercer atividade, de cuja investidura resulta o estigma de carregar durante todo o tempo a função pública de controle social, preservação da ordem pública e garantia de fazer cumprir de imediato os ditames das leis. Nenhuma sociedade organizada, que se julga democrática e fundada no Direito, sobrevive sem este tipo de trabalho cometido às Polícias Militares. Bem como sabemos que sem este trabalho, não há que se falar, neste terceiro milênio, no nível de civilização a que aspira todo brasileiro e que caracteriza as sociedades contemporâneas. Exercer sua função mais horas diariamente do que qualquer trabalhador, muito acima das 40 horas semanais, não ter horário ou regras para descanso, nem para o trabalho que executa, de dia, noite ou madrugada, faça chuva ou faça sol, em locais e situações que além do risco, não são os seus regulares, nem apresentam a mínima salubridade, sem qualquer rotina ou previsibilidade, sem alimentação ou hidratação, na maioria das circunstâncias absolutamente só, isolado de qualquer socorro ou apoio, sem qualquer aporte do Estado, que lhe cobra ação, por ser o único componente da administração pública a atender a população nos locais onde ocorrem as emergências, explica os mais de 4200 lesionados que oneram os efetivos desta Polícia em São Paulo, com o mais alto nível de suicídios de uma categoria profissional. Não somos anjos ou deuses, mas muito bem sabemos onde estão as necessidades dos milagres que a cada momento realizamos, dada a enorme carência que a nossa mal organizada administração pública tem em relação aos que a pagam. Testemunhamos e temos consciência a cada dia, por razão do que vivenciamos, sentimos e sofremos em cada ocorrência, que quando ocorre um destes flagelos o Estado falhou para com a sociedade e somos nós, somente nós, que estamos ali para minorar, mesmo com uma prece, o sofrer daquele indivíduo ou comunidade, atingidos pelas forças do mal, do infortúnio, da violência, da desobediência às leis e da ordem, de uma sociedade que deseja a paz e solidariedade. Fácil é nos criticar, mas tanto ricos como pobres, nos resgates que prestamos, nos limites do risco de vida, são todos iguais, carecem do mesmo, e a Polícia Militar estará lá para o socorro do corpo e da alma de qualquer necessitado. A guerra terminou em meados do último século, mas a nossa, na maioria das vezes, é individual, sem testemunhas, pela nossa consciência para com nós mesmos e sabemos que, se não formos além, se não ultrapassarmos os limites de nossas forças, para atender a tudo e a todos, vidas serão ceifadas e comprometidas. Trabalhamos 30 anos, o que implica uma carga horária 40% superior ao de qualquer trabalhador. Ao se afirmar que podemos nos submeter a mais sacrifícios para salvar o Brasil, é de se indagar: qual Brasil? O honesto ou o corrupto? Por acaso é aquele que vemos no

Chá Beneficente Carnaval 2019

15 de fevereiro de 2019
Aconteceu no dia 14 de fevereiro o Chá Beneficente Carnaval, no Salão Vitória. O evento, que já é uma das marcas registradas do Departamento Feminino da AOPM, foi uma alegria. Já em clima de carnaval, a folia foi garantida e a animação contagiou. Música ao vivo com diversas marchinhas embalaram a dança. Foram comemorados e cantado os parabéns dos aniversariantes de janeiro e fevereiro. O bingo contou com prêmios de ótima qualidade. Além disso, ainda foram feitos sorteios de diárias nas Colônias da AOPM e ingressos para ao próximo SEXTA FERA, que será no dia 22 de fevereiro. Dentre os benfeitores desta edição, agradecemos especialmente às senhoras do Departamento Feminino, ao Projeto Formiguinhas, Janete Loducca e Ótica Voluntários. O Chá Beneficente Carnaval beneficiou o Hospital Militar/PRO-PM. As doações foram entregues ao Presidente da PRO-PM, Cel PM Américo Massaki Higuti, à secretária executiva da PRO-PM, Cel PM Claudia Barbosa Rigon Pereira e a srª Thereza Pelegrina. Confita todas as imagens em nosso facebook: https://www.facebook.com/aopm.oficial/    

Café e Missa 26-01-19

26 de janeiro de 2019
Aconteceu na manhã de hoje, dia 26 de janeiro, o primeiro café da manhã do ano oferecido pelo Departamento Feminino da AOPM. Famílias e amigos lotaram a sala do Feminino em um clima agradável de descontração e com mesa farta. Dentre os que continuamente colaboram com as ações do Departamento Feminino estava a senhora Angelina Loschi, que recentemente comemorou o dom da vida e seu aniversário. Angelina é uma das senhoras mais ativas do departamento e é vista como um grande exemplo de generosidade e simpatia. Após o café tivemos ainda a celebração da missa, presidida pelo Pe. Odacir Lazzaretti, SDC, do Recanto Nossa senhora de Lourdes. Café e missa já são marcas registradas na AOPM todo último sábado de cada mês. A assessora do Departamento Feminino, Sra Susette Ruiz Chiari, agradece a presença de todos. Confira todas as imagens em nosso facebook: https://www.facebook.com/aopm.oficial/            

Primeiro Sexta Fera de 2019

21 de janeiro de 2019
No dia 18 de janeiro a AOPM se agitou com o primeiro SEXTA FERA de 2019, organizado pelo Departamento Feminino. Famílias e amigos caíram na dança e se divertiram ao som da banda “Otavianos”. O Depto Feminino da AOPM agradece a todos que prestigiaram nosso evento. O segundo SEXTA FERA do ano já tem data marcada, dia 22 de fevereiro. Coloque na agenda e reúna os amigos. Confira todas as fotos em nosso facebook: https://www.facebook.com/aopm.oficial