PM é vítima de preconceito, diz secretário da Segurança de Alckmin

Publicado por Camila Goulart 4 anos atrásNenhum comentário

161413Secretário da Segurança Pública do governo Geraldo Alckmin (PSDB), Mágino Alves Barbosa Filho afirma que não há nem sequer um nome de PM sob investigação devido à chacina de cinco jovens da zona leste, que ficaram mais de duas semanas desaparecidos e cujos corpos foram encontrados no domingo (6) em Mogi das Cruzes (Grande São Paulo).

Para ele, policiais são citados como suspeitos em casos do tipo devido ao “preconceito” contra a corporação.

Confira a entrevista completa: Acesse aqui 

Fonte: Folha de São Paulo

 

Categoria:
  Notícias
esta notícia foi compartilhada 0 vezes
 000

Escreva um comentário

Your email address will not be published.