89 motivos para ser AOPM

17 de outubro de 2020
Neste ano de 2020 a AOPM comemorou seus 89 anos na companhia de associados e amigos sem deixar faltar aquilo que o clube proporciona durante todo o ano: alegria e bons momentos para recordar e aproveitar! E para não passar em branco, o dia foi comemorado com muita segurança e consciência, como o momento pede.A vida de nossa Associação depende de você e de seus familiares os quais contribuíram para a fundação, construção e tradição do nosso clube, referência na zona norte de São Paulo. Agradecemos a todos vocês por fazerem parte dessa história!    

COMUNICADO DA AOPM AOS PRATICANTES DE ESPORTES COLETIVOS

16 de outubro de 2020
Caro associado, Temos plena consciência que a vida de nossa Associação é a participação intensa dos nossos associados e seus familiares, sendo assim os maiores interessados em disponibilizar nossas instalações aos nossos associados e todas as suas atividades esportivas e sociais são os integrantes da nossa administração, pois esse é nosso objetivo prioritário. Para comprovar essa realidade, lembramos que durante nossa gestão foram realizadas inúmeras reformas nas áreas do futebol como a colocação de gramado sintético, criação de um vestiário moderno e funcional, aumento dos quiosques e ampliação das churrasqueiras que atendem a comunidade do futebol num investimento que excedeu a casa dos 1,5 milhões de reais. Acontece, porém, que estamos limitados pela legislação estadual e municipal para a plena abertura de nossas atividades, e por isso estamos paulatinamente liberando nossas atividades, de acordo com as fases que a legislação nos permitem. Infelizmente, o futebol ainda não foi liberado pelas autoridades estaduais e municipais para sua prática plena, portanto seguimos o que a legislação nos permite, conforme transcrito abaixo na resposta da consultoria jurídica do Sindi Clube sobre a questão do futebol e esportes coletivos, feita mediante solicitação da AOPM: “Prezados Dirigentes, a Municipalidade Paulistana não liberou a prática do esporte coletivo, apesar de São Paulo ter ascendido a fase verde do Plano São Paulo, portanto não podem ser liberadas essas praticadas, ficando a exceção por conta do desporto de alto rendimento, desde que o Clube participe de campeonatos oficiais das Federações ou Confederações, e o futebol dos Clubes praticados de forma profissional. Embora não liberada a prática coletiva, poderá ser liberada prática individual tal como, treino de chutes a gol no futebol, treinamento de arremessos no basquete e assim por diante dentro desses parâmetros para outras modalidades. O esporte de contato também está com restrições. O judô poderá ser praticado no âmbito de treinamentos unicamente. Consultoria Jurídica Sindi Clube.” Destacamos que, diante da entrada do nosso município na fase verde do Plano São Paulo, a Diretoria de esportes está trabalhando nos protocolos para atividades relacionadas a futebol, basquete e vôlei, que envolvam poucos participantes, para prover aos sócios alguma atividade nesses esportes. Agradecemos a sua compreensão e entendemos sua queixa, porém como já dissemos, estamos limitados pela legislação. Sugerimos inclusive que estes questionamentos sejam passados aos seus parlamentares municipais e estaduais, bem como ao governador e prefeito para possível mudança no plano atual.

FENEME apresenta proposta de Lei Orgânica das Polícias Militares e Corpos de Bombeiros Militares

2 de outubro de 2020
LEI ORGANICA DA S POLICIA MILITARES E CORPOS DE BOMBEIROS MILITARES – FENEME  

Da não incidência do teto remuneratório de forma acumulada aos vencimentos dos Oficiais da Polícia Militar e na hora aula incorporada

21 de setembro de 2020
O Departamento Jurídico da AOPM, visando sempre a busca do direito dos seus associados, está propondo ações individuais em favor dos Oficiais da Polícia Militar do Estado de São Paulo, a fim de que seja aplicada a previsão da EC 101/19, de 03 de julho de 2019, que estende aos militares dos Estados, Distrito Federal e Territórios o direito à acumulação de cargos públicos, prevista artigo 37, inciso XVI da Constituição Federal.   Desta forma, a ação tem por objeto principal a possibilidade dos Oficiais da Polícia Militar não sofrerem a incidência de forma acumulada do teto remuneratório entre os proventos/vencimentos e a remuneração a título de Hora-Aula Incorporada.   Os interessados poderão entrar em contato com o Departamento Jurídico, de segunda a sexta–feira, através do telefone (11) 2997-8802, falar com Dra Daniela ou Dra Elaine, ou, através do e-mail: juridico@aopm.com.br  

Sem eventos